EUA NORTHEAST: Boston, New York e Chicago

Quer ir para os Estados Unidos e assistir a gravação ao vivo de Big Bang Theory? Ou ainda aparecer em um show ao vivo com o Jimmy Kimmel? E dar uma passada nos estúdios da Pixar? E você sabia que nas lojas da M&M’s você pode personalizar os seus como quiser? Tudo isso, e muito mais, nós fizemos nessa incrível viagem de 30 dias pelos Estados Unidos!

Dividi a viagem da seguinte forma para melhor apresentar a vocês:


Northeast: Boston, New York, Chicago
Data 08-10/09/14

1º dia (Skywalk Observatory): chegando ao aeroporto de Boston, já fomos direto comprar o Charlie Card (também conhecido como Link Pass) para conseguir andar livremente pelo transporte público (calculamos mais ou menos as rotas que teríamos que fazer e, mesmo ficando apenas três dias aqui, compensava pegar o de sete dias).

Nós ficamos na cidade de Somerville, pois achamos as hospedagens em Boston caras, mas foi muito tranquilo, pois o transporte público é fácil de usar. Ficamos em um quarto alugado no Airbnb. Em Boston foi a nossa primeira experiência com ele e foi tudo ótimo! Com o Airbnb você consegue alugar quartos ou até mesmo casas ou apartamentos inteiros por um preço bem melhor! Nessa nossa viagem valeu mais a pena do que pegar Hostel.

Chegamos em casa só para deixar as bagagens e já saímos direto para o Skywalk Observatory para ver a cidade toda iluminada lá de cima. Pegando a Orange Line, desembarcamos ao lado da Biblioteca Pública de Boston e dali fomos nos achando no mapa, porque ninguém sabia nos dizer como chegar lá. O Skywalk fica em um prédio comercial chamado Prudential Center. Nós não precisamos pagar a entrada, pois já tínhamos em mãos o Boston City Pass – de todas as cidades que fomos visitar, Boston foi a única que achamos que este cartão valeria a pena! Por isso, pesquise bem os lugares que você quer conhecer e os dias que você vai ficar para ver se é vantagem ter um desses, ele tem para várias cidades dos Estados Unidos: http://pt.citypass.com/.

2º dia (Monument Hill, Freedom Trill, New England Aquarium, Museum of Science, Baseball Game): iniciamos nosso dia cedo e fomos ao Monument Hill para começar o dia subindo 294 degraus! Esse é o último ponto da Freedom Trail, uma trilha marcada no chão por tijolinhos vermelhos e que passa pelos principais pontos históricos da cidade. Portanto, você escolhe o caminho que faz com o apoio dela. Nós não quisemos passar por todos os pontos então, depois da subida, seguimos a trilha somente para chegar ao porto para pegar o Water Shuttle e atravessar de Somerville até Boston (ele está incluso no Link Pass).

Foi muito legal fazer a travessia toda na água ao invés de pegar metro ou ônibus, e ainda desembarcamos ao lado do New England Aquarium, nossa segunda parada do dia! Como já tínhamos o City Pass, passamos toda a fila e entramos rapidinho. Esse é outro lugar que vale muito a pena ir! Só o fato de poder dar carinho nas arraias e pequenos tubarões já vale a ida. O Aquário é bem grande, você gasta umas duas horas ali (ou mais, dependo das atrações que você queira ver também).

Saímos dali e seguimos mais alguns pontos da trilha rumo ao Museu da Ciência. Ele é muito bom! Ficamos apenas duas horas, mas da para gastar até uma tarde inteira lá dentro dependendo do seu interesse, tem muita coisa legal para fazer.
Depois disso, a parte mais legal do dia!, fomos ao estádio Fenway Park para assistirmos ao jogo de Baseball do Red Sox!

Nós compramos o ingresso pelo site com antecedência. Foi muito divertido, tem muito lugar para comer, é bem estilo americano, e parece que o pessoal vai lá mais para se divertir do que ver o jogo em si, porque demora tanto pra acabar que muitos ficam ali pelos arredores. É muito legal e recomendo muito essa experiência! Dica: vá até uma barraquinha de informações e peça para eles seu bottom “my 1st game at Fenway!”!

3º dia (Harvard Museum of Natural History, Harvard University, MIT): nós dedicamos parte do dia 10 para uma visita à Cambridge. Não pudemos ficar o dia todo lá porque às 18:30 tínhamos uma passagem comprada com o Megabus para New York. Somerville é pertinho de Cambridge, então chegamos bem rápido na nossa primeira parada: Harvard University. Fomos primeiro para Harvard Museum of Natural History, que já estava incluso em nosso CityPass! Pensamos que o museu fosse bem maior, mas de qualquer forma é muito interessante. Depois fomos para o Campus principal da universidade. Morrendo de vontade de ter nascido nos Estados Unidos para ter estudado lá haha. A cidade é muito linda, cheia de lojinhas e lugares para comer. Almoçamos no The Just Crust Pizzeria e depois comemos um bolo num café chamado L.A. Burdick. Muito gostoso!

Depois disso, já pegamos o metrô para o MIT (Massachusetts Institute Of Technology). Demoramos em achar a entrada principal, mas finalmente a encontramos e fomos percorrer os corredores e redondezas do MIT (também morrendo de vontade de ter estudado lá haha). Essa é outra experiência que acho muito válida, não deixe de visitar as universidades quando for para Boston.

Passeamos rápido pela cidade universitária, pois tínhamos que ir para a estação pegar o MegaBus para New York. Pagamos apenas 3 dólares em cada passagem! Como ainda não conhecíamos, pelo preço pensamos que poderia não ser bom, mas foi ótimo. Tinha até wi-fi e tomadas para carregar o celular. E ainda chegamos mais cedo na estação e conseguiram nos encaixar no ônibus de uma hora antes. Dica: se você já tem sua viagem planejada, corra no site do MegaBus para achar promoções, consegue-se passagens por até 1 dólar se comprar com antecedência!


Data 11-14/09/14

Obs.: nosso apartamento era ao lado da Times Square, portanto, não tenho um roteiro separado, pois estávamos o tempo todo por ali e todos os dias aproveitamos para dar uma volta.

1º dia (Outlet Jersey Garden)nesse dia íamos ao show da Cher, mas ela ficou doente e teve que cancelar :’( Então, decidimos usar o dia para ir ao Jersey Gardens, afinal, também estávamos ansiosas para fazer compras!
Fomos até a estação e compramos um ônibus que vai direto para lá, custou 13 dólares ida e volta. Tinha uma fila gigantesca para ir, conseguimos embarcar só no terceiro ônibus que chegou. Dica: logo na entrada, à esquerda, você mostra seu passaporte e ganha um livreto de descontos (vale a pena)! E prestem atenção nos preços, nem tudo vale a pena só por estar dentro do Outlet.

2º dia (5th Avenue, Central Park, Top of The Rock, Musical Chicago): estando ao lado da Times Square, aproveitamos para começar os passeios por ali e depois seguimos pela 5th Avenue até o Central Park. Passeamos pelas lojas, começamos pela Lego e terminamos na famosa Apple, que já fica ao lado do Central Park, e nele caminhamos até um pouco mais que a metade (86th Street Transverse Road), e voltamos pela quinta avenida novamente.
O parque é gigante e maravilhoso, pegamos um dia quente e lindo, então deu para aproveitar muito bem. Pelo caminho do parque é difícil achar mapas, até porque ele é enorme em todas as extensões, então tente achar um antes de entrar ou saiba onde está indo rs.

Depois do parque fomos ao Top Of The Rock. É muito lindo, além do pôr do sol conseguimos ficar também até de noite, então pegamos todas as luzes se acendendo. É tão lindo que quase perdemos nosso musical: Chicago! Haha saímos meio voando, correndo por NY para não chegarmos atrasadas haha É caro, mas é muito bom, acho que vale a experiência por estar em NY. Dica: nós planejamos subir lá para ver o pôr do sol, então compramos o ingresso pela manhã para um horário próximo ao pôr do sol (veja o horário dele na época que você irá) e assim não correr o risco de ficar sem ingresso.

Ah, depois do musical, paramos nas lojas da M&M’s e da Hersheys! Na loja da M&M’s você pode personalizar seus mm’s!
1. Escolha no Computador o que quer: pode ser símbolos, frases, desenhos…;
2. Imprima e pague;
3. Escolha as cores;
4. Coloque os seus mm’s no tubo;
5. Aperte o botão…;
6. Recolha seus mm’s!

3º dia (Statue of Liberty, Financial District, Ground Zero, Brooklyn Bridge, Century 21)nossa primeira parada nesse dia chuvoso foi a Estátua da Liberdade! Compramos o ingresso com dois meses de antecedência e a subida à Coroa já havia esgotado. Então ficamos com o ingresso só até o pedestal. Para chegar até a estátua só há um meio: Statue Cruises. É um barco que sai de NY (Battery Park) e vai até a ilha da estátua (Liberty Island) e depois, se você quiser, pode parar em Ellis Island também (ilha símbolo da imigração). Não lembro o porquê, mas nós tínhamos dúvida da sequência do barco, mas é a seguinte: NY > ESTÁTUA > ELLIS ISLAND (desce se quiser) > NY.

Para regressar, os barcos saem de tempo em tempo e não há um tempo limite para visitar a estátua. Então escolha seu barco e volte na hora que quiser, só não se esqueça de ver para onde ele vai, pois o barco também tem parada final em New Jersey. Nós pegamos um dia vazio, então foi bem tranquilo e meio dia já estávamos de volta.

O Battery Park fica próximo ao Financial District, então conhecemos os principais pontos dali: a famosa Wall Street e o Charging Bull, e dali seguimos para o Ground Zero, monumento em homenagem as vítimas do 11 de setembro. Nós tínhamos dúvida se tinha que pagar para olhar, mas não, só paga se você for entrar no museu mesmo.

15 minutos a pé dali está localizada a famosa Brooklyn Bridge., maravilhosa mesmo em obras e com dia nublado. Não atravessamos até o outro lado, pois começou a chover e resolver ir embora mas, antes de ir, passamos na famosa Century 21, uma loja maravilhosa para compras! Não deixem de dar uma passada ali,  é praticamente um outlet rs.

4º dia (6th Avenue, Public Library, Empire State Building, Stores): esse dia foi mais calmo, nenhum passeio comprado, mas andamos muito. Aproveitamos para conhecer mais da sexta avenida, entramos na Public Library e depois fomos encontrar o famoso Empire State Building. Nesse caso, nós seguimos as dicas que lemos por aí, e que se torna uma dica minha também: é caro para subir no Top Of The Rock e no Empire State ($34), e li que as pessoas que já foram nos dois dizem que o Top vale mais a pena, pois no Empire os concretos limitam a visão. Portanto, decidimos subir apenas no Top. Fica essa decisão para vocês também 🙂

Depois disso fomos passear pelas lojas: Best Buy; Macy’s; Marshalls, comemos um cachorro quente no famoso Papaya Dog (custa apenas dois dólares!) e voltamos às compras na Bed Bath and Beyond, uma loja muito boa com uma variedade enorme de produtos. Dica: ali sempre encontramos velas da Yankee Candle em promoção 😉 Por fim, terminamos nosso dia jantando no restaurante italiano Olive Garden e tomando um sorvete na Ben & Jerry’s. No dia seguinte nos despedimos da famosa Big Apple!


Data 17-18/09/14

1º dia (Skydeck, Grant Park, Millennium Park (Cloud Gate e Crown Fountain), 360 Chicago, Cheesecake Factory)Chicago é linda! Deu para aproveitar bem os pontos turísticos escolhidos em dois dias. Acordamos cedo e fomos direto para a Willis Tower, onde fica o famoso Skydeck, que é onde fica o famoso terraço de vidro localizado nada mais nada menos que no 103º andar do prédio! São dois terraços, mas somente um é aberto para tirar suas próprias fotos, o outro é apenas para fotografias profissionais.

Saindo dali fomos em direção ao Grant Park, e depois até o Millennium Park (que fica dentro do Grant Park), e que é onde estão localizados as famosas Cloud Gate e Crown Fountain. O Grant Park é um parque muito grande, ali encontra-se o Shedd Aquarium, o Adler Planetarium e outros lugares famosos de Chicago. Na direção contrária a esses pontos, fica o Millenium Park. Como chegar lá partindo do Grant Park: na Buckingham Fountain – uma fonte muito bonita -, siga na direção norte até vir o Art Institute of Chicago à sua esquerda e um montinho de árvores logo depois. Siga naquela direção, pois é ali que entra no Millenium em direção aos dois próximos pontos turísticos.

Chegando no Millenium é bem fácil de encontrá-los, há placas que te guiam e ele é bem pequeno, não tem como se perder. Fomos primeiro na Crown Fountain, que eu não vejo muita graça, mas no verão deve ser divertido ficar por ali. Depois fomos na linda Cloud Gate, também conhecida como o famoso “the bean” (feijão), nos divertir um pouco. É bem legal, dá para gastar algum tempo brincando de tirar foto com os efeitos que ela dá rs.

Depois dali fomos ver o pôr do sol no 360 Chicago. Lembrando que sempre vimos os horários do pôr do sol onde iríamos ficar para não perdê-lo. Além da vista espetacular, você pode brincar também no famoso Tilt!, que inaugurou em 2014:

São 08 espaços de vidro e é bom você se segurar nas barras de ferro, pois o vidro inclina mesmo! Haha Ele inclina aos poucos e quando você acha que não tem mais o que inclinar, desce mais um pouco! Eu achei divertido, mas custa 6.3 dólares por pessoa (fora o preço para subir) e dura bem pouco! Mas vai da sua vontade de experimentar 😉 Saindo dali aproveitamos para comer na famosíssima Cheesecake Factory, que fica no mesmo edifício e é conhecida por ter os melhores cheesecakes e MUITAS opções; para quem gosta de um doce é imperdível. E assim terminamos nosso primeiro dia em Chicago!

2º dia (Museum of Science and Industry, Gold Coast, Navy Pier)nossa primeira parada do dia foi o Museum of Science and Industry. Não precisamos dizer que ele é enorme e dependendo do que você gosta ali, pode passar um dia inteiro. No dia que fomos estava tendo um especial da Disney, o Treasures of the Walt Disney – Archives. Tinha muita coisa da história do Walt Disney, dos personagens; roupas; réplicas; bem legal. Além disso, o Museu tem algumas demonstrações e exibições, onde você mesmo pode experimentar e testar.

Saindo dali, fomos para a Goald Coast passear em direção ao Navy Pier. A costa é cercada por prédios grandiosos e beira o lago Michigan, muito linda! A partir dela chega-se ao Navy Pier, onde há passeios de barcos e alguns brinquedos (cada um pago a parte). Nós fomos apenas na roda gigante e aproveitamos dali mais um pôr do sol, fechando nossa estadia em Chicago!

Próxima parte dessa viagem: west dos Estados Unidos. Clique aqui e não perca um detalhe dessa viagem imperdível!